quarta-feira, 23 de março de 2016

Quando a Mágoa e a Culpa Moram Juntas

O adultério é uma dor incalculável, sofre tanto o adultero como o cônjuge, e o melhor remédio para essa dor é o amor. Esse post não é uma receita, mas uma reflexão.
Ao descobrir a traição, o cônjuge sente uma profunda mágoa e não raras vezes tenta entender as motivações do outro, o que é inócuo, pois a lógica não alcança a compreensão.
O adultero por sua vez sente culpa não só pelo que fez, mas principalmente pelo sofrimento que vê estampado no rosto do cônjuge. A dor emocional causada dá o start na culpa do adúltero.
Quando a mágoa e a culpa moram juntas o melhor a fazer é 


procurar terapia de casal, pois o casal entra num paralisia emocional, numa espécie de loop. De um lado, o magoado se vitimiza, desenvolve autopiedade e acusa eo cônjuge e de outro o culpado se fecha, se condena e às vezes recepciona insultos, passando de algoz a vítima e assim seguem no ciclo vicioso, numa espécie de guerra fria.
A  Terapia auxilia o casal a fazer essa travessia entre a dor e o amor, criando um novo ciclo virtuoso de amor e respeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor registre seu e mail para comentar, ok?