quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Como Constrir um Casamento Feliz !

O casamento é  uma obra prima a ser esculpida à quatro mãos, assim como  um vaso de barro. Para  que  o barro chegue a ser uma obra prima, há todo um processo.  A começar pela escolha do barro, há que se escolher por um barro com plasticidade.

Assim também na vida a dois, é preciso ter plasticidade, que é a capacidade fundamental de se moldar em harmonia a cada movimento e mudança na vida ou relacionamento  como a chegada dos filhos, uma doença, aposentadoria, morte de familiares, desemprego. E logo após, vem a fase do curtimento do barro.

Fazendo um cotejo com o casamento, o curtimento é aquela fase em que o resto do mundo parece não ter muita importância, os dois se curtem, é uma fase deliciosa no casamento.


Mas o curtimento é a  ante sala da fase  de amassar o barro ,  também conhecida como a fase do pisamento. Nesta fase o casal vai se debater com as diferenças, jogos de poder, briga de egos. Não é menos importante que as demais, ao contrário, pois  é a fase em que o barro vai se compactar, para que todo o ar (diferença) seja retirado do interior.
A importância está justamente em  eliminar  as bolhas de ar (diferenças)do interior, para que o "vaso"  não exploda ou tenha rachaduras na fase da queima(brigas).Nesta fase o casal vai perfilar a identidade conjugar, sem desrespeitar a individualidade.

Depois vem a fase da mistura, o barro bem compactado recebe outros elementos como água, palha fina, entre outros. Essa fase o casal já está com o relacionamento bem sedimentado e coloca os "ingredientes" que mais lhe aprazem. Nesta fase um se tinge com a cor do outro e dai nasce um belo tom, assim como o amarelo com o azul, se transforma no verde.

Em seguida a fase da moldagem, é a fase em que o casal  se entende pelo olhar, tem uma vida sexual prazerosa, resolvem as diferenças de forma saudável, sabe o que o outro pensa e sente sobre a maioria das coisas e as respeita. Nesta fase se recomenda a  leveza para que o "vaso" fique com o formato desejado, é preciso colocar a quantidade certa de água (amor), um vai recuar e o outro se aproximar sucessivamente até se moldarem.

Quando o vaso está lindamente pronto e  esculpido. Chega a fase da secagem,  é a fase em que é necessário  que o vaso seja protegido para que a umidade  se conserve de forma uniforme,  ou seja, o frescor do relacionamento perdure por bastante tempo para que quando seja levado ao fogo não seja rachado.

A fase do fogo, costumo associar a fase em que o casal passa por momentos difíceis, entre eles, e a mais difícil, a  infidelidade. Nesta fase se o vaso não rachar ou se quebrar você tem um casamento a prova de fogo. Inclusive sugiro que assistam o filme Prova de fogo, que trata da superação de conflitos no casamento. Inclusive foi transmitido em mais de 850 salas de cinema nos EUA e o livro do referido filme ficou em primeiro lugar nos EUA por 4 semanas.

Agora convido-o (a) a refletir sobre o seu casamento embalado na cena  de Demy Moore e Patrick Swayze esculpindo um vaso, no filme Ghost.
http://www.youtube.com/watch?v=p7f3Cq4ii7A, e se gostou assista também como fazer um vaso de barro no link http://www.youtube.com/watch?v=d-Rtz38dBG8

Tente identificar em que fase seu casamento está, se está com dificuldades em algumas dessas fases, recomenda-se a terapia de casal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor registre seu e mail para comentar, ok?